Bem vindo!

“VIOLA URBANA” NÃO É UM GRUPO: é o nome de uma PESQUISA e de uma EMPRESA.

A empresa VIOLA URBANA PRODUÇÕES foi fundada em 2012 pelo músico, produtor e gestor cultural mineiro João Araújo a fim de ser um viabilizador de parcerias entre membros da cadeia produtiva da música brasileira.

A partir dos 04 CDs e 02 DVDs sobre a Pesquisa Viola Urbana, passando pelas gestões de produções como “Prêmio Nacional de Excelência da Viola” (2011 e 2013), CD “Viola Brasileira em Concerto” (2012), “Festival Mineiro de Viola” (2013), “Araújo recebe Boldrin” (2014), “Mostra Internacional de Viola de Arame do Brasil” (2015/2016), “Tournê Europa” (2017), “Mil Violas” (2017) e vários outros, surgiu a formalização da marca registrada “Viola Urbana Produções”, que presta serviços especializados em:

ASSESSORIA COMPLETA EM PRODUÇÃO FONOGRÁFICA, incluindo:

  • Pesquisa e formação de repertório, com levantamento de repertórios para gravação de CDs, DVDs, filmes, trilhas e campanhas;
  • Acompanhamento e orientações para gravações, arranjos, arte gráfica, mercado fonográfico, distribuição, divulgação, venda, etc;
  • Acompanhamento geral de pedidos junto às fábricas e aos demais profissionais e serviços necessários para produção fonográfica.

GESTÃO CULTURAL: elaboração, realização e prestação de contas de projetos;

PRODUÇÃO EXECUTIVA e ARTÍSTICA de apresentações culturais (música, teatro, dança, etc.).

 (João Araújo é músico, produtor e gestor cultural. Com mais de 35 anos de aprendizagem contínuo na música e em produções de eventos, o criador do trabalho de preservação músico-cultural “Pesquisa Viola Urbana” já publicou sobre o tema quatro CDs (2005, 2008 e 2015 – cantado e instrumental) e dois DVDs (2010 e 2015), além de álbuns como “Violando Fronteiras” (2007), “Imaginário Roseano” (2008), “TREM” e “Lagoa do Peixe” (2013), “Catrumano & Urbano” (2014), “Duo Barreto-Araújo” (CD + DVD, em 2016), CD “João Pança” (2017) e 04 EPs temáticos em 2020.. Autor do livro “João Pança”, publicado em 2012. 

Pioneiro mundial em ações pelo Reconhecimento da Viola como Forma de Expressão válida aos livros de Registro de Patrimônio Imaterial (meta já atingida em Minas Gerais), e autor dos requerimentos em Belo Horizonte (municipal) e no IPHAN (âmbito nacional). 

Coordena mais de 30 grupos Facebook relacionados à viola e à cultura em geral.

Prêmio Cícero de Excelência Gráfica 2012 (pelos encartes dos CDs Pesquisa Viola Urbana); 

Prêmio Rozini de Excelência da Viola Caipira (em 2011 e 2013); 

Prêmio GOURMAND WORLD COOKBOOK AWARDS 2014 e 2017 (pela gestão dos projetos dos livros “Minas Gerais: fazendas e sabores do Leite” e “Minas Gerais: Sabores e Fazeres do Café”); 

PREMIO PROFISSIONAIS DA MÚSICA 2015 como melhor produtor artístico;

PREMIO DISCOPLAY 2016 de maior vendagem individual em 12 anos (CD Pesquisa Viola Urbana 1). 

GUINESS RECORD 2018 (como Consultor de Produção e Testemunha Oficial do Evento junto ao Guiness)

PRÊMIO “ARTE SALVA” 2020 (pela atuação junto à defesa do Patrimônio Imaterial)