« »
Cultura brasileira: discos, shows, gestão de projetos, assessoria em produção fonográfica
Prêmios
Parceiros
Siga Viola Urbana também nas redes sociais:
Untitled Document
Pesquisa
Clique nas imagens para amplia-las

"Pesquisa Viola Urbana: A influência da viola na música brasileira"

(Texto: João Araújo / Ilustrações: Marcelo Bicalho).

Trabalho de preservação músico-cultural mantido desde 2004. A Pesquisa nortea e justifica o repertório dos registros fonográficos: 04 CDs (2005 / 2008 / 2015 - cantado e instrumental) e dois DVDs (2010 / 2015).

Por segmentos, procura mostrar a importância que o instrumento tem para a nossa cultura, desde o inicio da colonização até os dias atuais.

CONFIRA PELA WEB OS CONTEÚDOS PESQUISA VIOLA URBANA:

Rádio Sudeste - do amigo Denil Nogueira - diariamente às 12h15 e 18h30 - www.radiosudeste.com.br

Rádio Viola Viva - do amigo Andre Viola - de segunda a sexta, 7h00 e 14h00 - www.violaviva.com.br

RÁDIA - do amigo Luiz Fernando Mendonça Fassheber - terças e quintas - 19h00 - www.radia.radio12345.com

Amigos de várias partes do Brasil ajudam a corrigir e/ou complementar os textos:

SEJA TAMBÉM MAIS UM A COLABORAR, ENVIANDO SEU COMENTÁRIO!


Viola nas Vozes

Duetos terçados - uma presença marcante nas modas de viola brasileiras - também tem sua origem nos menestréis ibéricos, assim como as serenatas (veja em “Viola nas Serestas”). Influenciados por tais duetos, os músicos atuais inovam, colocando mais vozes nos arranjos e duetando de formas mais complexas que os primeiros caipiras. Vê-se nestes vocais, claramente, uma influência do som das 10 cordas da viola quando emitidas em conjunto, formando acordes. A temática continua sendo, principalmente, a vida no campo - só que pela ótica urbana: admiração e respeito a quem vive em harmonia com a natureza. Talvez, até, se manifeste aí alguma “inveja” por parte de quem normalmente não pode conviver com esse tipo de maravilhas, por viver nas cidades...

A viola influenciou grupos de predominância vocal como Boca Livre, Roupa Nova, 14 Bis e MPB4, mas também vários outros artistas, que passaram a incorporar mais e mais vocais nos temas de viola de seus trabalhos, como: Geraldo Vandré (Canto Geral, 1968), Sá & Guarabyra, (Pirão de Peixe com Pimenta, 1977) e muitos outros, além de quase todas as obras de duas entre as influências da sonoridade escolhida para os registros da pesquisa: Quinteto Violado e Banda de Pau & Corda.

Exemplos de canções deste segmento: A fusão da canção “Quem tem a Viola" com "Acontecência" aparece no primeiro CD Pesquisa Viola Urbana por causa da declaração e homenagem explícita à viola na letra da primeira e pela feliz descrição de um dia na fazenda de Cláudio Nucci e Juca Filho na segunda canção, ambas imortalizadas pelo mesmo grupo, o Boca Livre. Ali, o artifício de coletânea, para poder colocar mais maravilhas em um número limitado de faixas... O mais difícil sempre é escolher quais músicas tirar do repertório!

Arranjos vocais semelhantes estão presentes em quase todas as faixas dos trabalhos, denotando a importância e a beleza desse artifício nas músicas onde esse novo jeito de tocar viola aparece.

Ainda podem se destacar as canções "Toada" (também de Cláudio Nucci e Boca Livre), "Sapato Velho" (Roupa Nova) e "Cantiga de Beira D'água" (de Sirlan e Paulo César Pinheiro, gravada até então somente pelo grupo MPB4, em 1983). Essa última, registrada duas vezes em 2008 por João Araújo: no segundo CD Pesquisa Viola Urbana e também no álbum Imaginário Roseano, uma homenagem musical à obra literária de João Guimarães Rosa. Nas duas gravações, a parceria especialíssima da viola de Rodrigo Delage.


VIOLAURBANA.COM
SIGA A VIOLA URBANA
CONTATO
Home Downloads
Quem Somos Na mídia
Loja Vídeos
Pesquisa Contato
Projetos Cadeia produtiva da viola brasileira

contato@violaurbana.com

(31) 99952-1197 (horário comercial)